Loading

O estômago alto acontece devido uma distensão do abdome. A região abaixo do tórax até o umbigo fica visivelmente mais elevada, isso pode ser provocado por alimentação rica em açúcar e gordura, prisão de ventre e falta de prática de atividade físicas, por exemplo.

A abdominoplastia é a cirurgia plástica que trata a flacidez do abdome, conhecida como “abdome em avental”, associada ao fechamento da musculatura abdominal, melhorando o contorno corporal.

A região superior do abdome é onde menos se consegue retirar tecidos, então as vezes há uma sobra de gordura nessa região, principalmente nas pacientes onde há bastante gordura nesse local. Muitas vezes, uma lipoaspiração localizada pode contribuir para diminuir a gordura dessa região.

A lipoaspiração trata a gordura que está abaixo da pele, já a gordura de dentro da barriga, dos órgãos abdominais, chamada de gordura visceral, não pode ser removida por cirurgia plástica. O que reduz essa gordura é uma dieta balanceada, que deverá ser acompanhada por um médico especializado e atividade física.

Se um paciente com muita gordura visceral fizer uma abdominoplastia ele continuará com o contorno conhecido como “estômago alto”. Essa gordura dá volume ao abdome e o resultado não fica harmonioso.

Da mesma forma, se o paciente operar o abdome e continuar se alimentando mal, não fazendo atividade física, irá engordar na área operada e a gordura visceral também irá aumentar, comprometendo o resultado da cirurgia plástica.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Shopping Basket