CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SAO-PAULO-DR.-FABIO-CESCONETTO-LIPOASABDOMINOPLASTIA-19

Lipoabdominoplastia: qualquer pessoa pode fazer?

A lipoabdominoplastia nada mais é do que a cirurgia plástica de abdominoplastia em conjunto com a lipoaspiração. Quando combinadas, ambas as cirurgias plásticas são capazes de trazer um efeito estético complementar e interessante para aqueles que buscam um físico delineado e mais esbelto.

Em relação as restrições, saiba que diferente do que é imaginado elas são praticamente as mesmas do que de uma abdominoplastia “padrão”, uma vez que o pré-operatório
continua basicamente o mesmo.

Ainda assim, é preciso cuidado e estar ciente de que a recuperação pode ser um pouco mais demorada por conta da natureza extremamente invasiva dos dois procedimentos.

Antes de tudo é preciso informar que a lipoabdominoplastia não é indicada para quem está simplesmente pensando em emagrecer sem dieta e exercícios físicos. A maioria das pessoas que optam por este procedimento devem estar razoavelmente em forma. A indicação para essas cirurgias plásticas associadas ficam para as pessoas que possuem muita flacidez na região abdominal e gorduras localizadas.

Mulheres que tiveram gestações subsequentes também podem se beneficiar do procedimento, inclusive, elas fazem parte de um dos públicos que mais podem obter resultados positivos.

Outro fator que causa a indicação é a diástase da musculatura do reto abdominal, que nada mais é que o enfraquecimento e o afastamento das camadas musculares do abdômen. A cirurgia plástica de abdominoplastia ajuda a tonificar e a gerar mais estabilização e grupamento muscular.

Antes de tudo o cirurgião plástico faz uma análise específica de cada indivíduo interessado. Todo o abdômen é analisado. Flacidez, excesso de pele, gordura localizada e até mesmo o tônus abdominal são alguns dos fatores a serem levados em consideração neste momento.

Lembrando que ambos os sexos podem fazer a cirurgia plástica sem o menor problema. Mulheres que pensam em ter filho posterior a cirurgia plástica também deve pensar na viabilidade do procedimento.

As cicatrizes podem ser menores e os resultados quase sempre são melhores quando há junção das duas técnicas. Entretanto, saiba que a escolha depende exclusivamente do cirurgião plástico e não necessariamente da sua vontade pessoal.

O pós-operatório da abdominoplastia não é tão simples. Ambos os procedimentos são invasivos e exigem certos cuidados para que a recuperação seja livre de problemas e complicações.

O primeiro passo que deve ser mencionado é que há necessidade de utilização de uma malha pós-cirúrgica. Ela ajuda a reduzir o inchaço e os sangramentos e acelera a cicatrização. Esta cinta só deve ser removida por uma hora por dia, e sua utilização vai de 4 a 6 semanas de uso contínuo.

O paciente também deve permanecer por alguns dias em posições que não criem grande tensão no abdômen. O ideal é permanecer em repouso com uma ligeira flexão de tronco para evitar desconfortos e acelerar a recuperação. Entretanto, deve haver mobilidade do paciente, sem grandes esforços, para evitar risco de trombose.

Seguindo todas as orientações do seu cirurgião plástico é possível rapidamente voltar as atividades profissionais e de lazer. Entretanto, tenha em mente que é preciso certa disciplina para ter uma melhora rápida e dentro do cronograma esperado.

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Tags: No tags

Add a Comment

You must be logged in to post a comment