cirurgia plastica em sao paulo dr fabio cesconetto

Hospital ou clínica: qual o melhor local para realizar a cirurgia plástica?

É comum vermos em artigos o uso da palavra “clínica” e “hospital” como se fossem sinônimas. Mas quando o assunto é cirurgia plástica, há diferenciações e recomendações médicas para realizar a mesma. Você sabe a diferença entre os dois?

Cirurgia plástica não é um procedimento sem complexidades. Não devemos esquecer que ela é uma operação e necessita de infraestrutura e equipamentos específicos para ser realizada de uma forma segura, sem colocar em risco a vida do paciente.

Cada pessoa tem um organismo e pode apresentar uma reação diferente ao procedimento. Embora seja difícil, é possível ocorrer complicações ligadas à anestesia, ao tipo de cirurgia plástica, algumas cirurgias plásticas são mais delicadas e requerem cuidados especiais.

Além destes fatores, outro ponto importante é o nível de recuperação de cada paciente, que pode ser variável. Há pacientes que se recuperam rápido e podem ter alta no mesmo dia em que o procedimento foi feito, dependendo do porte da cirurgia plástica.

Mesmo em cirurgias plásticas de menor porte, o paciente pode precisar passar uma noite ou mais no hospital para apresentar condições seguras de receber alta. Em cirurgias plásticas maiores, a regra é passar, no mínimo, uma noite no hospital em observação.

Por conta destes fatores, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) recomenda que a cirurgia plástica seja realizada em hospitais e não em clínicas. Cirurgias plásticas de médio e grande porte devem ser realizadas em um hospital, para a segurança do paciente e do profissional, já que, em caso de complicações, é muito importante contar com uma boa infraestrutura, como U.T.I.

A clínica pode ser útil e confortável para um paciente que deseje realizar pequenos procedimentos estéticos, como: aplicação de toxina botulínica para tratamento de rugas e preenchimento com ácido hialurônico em lábios, são alguns dos exemplos.

Desde que o paciente apresente boas condições de saúde, procedimentos como: retirada de pequenas pintas podem, muitas vezes, ser realizadas em clínicas.

Assim, é muito importante procurar um cirurgião plástico de confiança, que irá lhe orientar se o porte do procedimento exige internação hospitalar, ou se pode ser realizado em uma clínica.

Procedimentos cirúrgicos como: abdominoplastia, gluteoplastia, lipoaspiração, mamoplastia redutora, devem sempre ser realizados em ambiente hospitalar.

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SÃO-PAULO-DR-FABIO-CESCONETTO-FORMAÇAO-DO-CIRURGIAO-PLASTICO

Quanto tempo leva a formação de um cirurgião plástico?

A cirurgia plástica é uma especialidade em constante evolução. Graças ao avanço da medicina e com o auxílio de tecnologias de ponta, a cirurgia plástica, seja reconstrutiva ou estética, é responsável por benefícios nas mais diversas áreas do corpo humano, proporcionando melhoras funcionais, psicológicas e de bem-estar.

Esse cenário só é possível graças à capacitação dos profissionais atuantes nessa especialidade. Para se tornar especialista em cirurgia plástica são necessários pelo menos 12 anos de estudos, que se dividem da seguinte forma:

– 6 anos de graduação em Medicina;

– 3 anos de residência em Cirurgia Geral
Período em que o médico irá desenvolver uma visão ampla sobre o corpo humano e sua anatomia, praticando as mais variadas técnicas de cirurgia e acompanhando os seus pacientes no pós-operatório;

– 3 anos de residência em Cirurgia Plástica
Em uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Esse é o tempo mínimo para a formação do nosso especialista, porém, como dito anteriormente, os profissionais desta área estão sempre se aperfeiçoando, buscando novas técnicas e atualizando-se para levar os melhores tratamentos para os seus pacientes.

Não por menos que o Brasil é referência mundial em Cirurgia Plástica, contando com médicos reconhecidos internacionalmente e figurando entre os países que mais realizam estes procedimentos.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-DR-FABIO-CESCONETTO-CIRURGIAS-ASSOCIADAS-16.02.21

Quando associar as cirurgias plásticas?

Muitas pacientes que procuram o cirurgião plástico gostariam de realizar mais de uma cirurgia plástica de uma só vez. São as cirurgias plásticas associadas, ou seja, unir mais de um procedimento no mesmo tempo cirúrgico.

Os motivos mais comuns são: aproveitar o tempo de repouso, adequar o orçamento financeiro, as férias, entre outras situações. Em muitos casos é possível associar mais de uma cirurgia plástica, mas é preciso atenção e cuidado, pois certamente o tempo no centro cirúrgico é mais elevado.

Quando se avalia cirurgias plásticas associadas, por exemplo, leva-se em consideração diversas variáveis como: risco do paciente, tempo operatório, áreas operadas e pós-cirúrgico. Também é preciso avaliar o paciente, sua idade, doenças prévias, histórico de doenças na família, realizar exame, se o paciente é fumante ou não, entre outros detalhes.

A decisão sobre cirurgia plástica associada deve ser tomada após sua consulta médica com o seu cirurgião plástico. É preciso entender quais são os anseios do paciente, além de verificar as áreas que se pretende operar.

Entre as cirurgias plásticas mais combinadas entre si estão a mamoplastia com a lipoaspiração; abdominoplastia com a lipoaspiração; lipoaspiração com a lipoenxertia; e lifting facial com blefaroplastia ou rinoplastia.

Geralmente as cirurgias plásticas mais fáceis de serem associadas são aquelas que estão na mesma área cirúrgica, ou nas quais o pós-operatório pode ser realizado na mesma posição.

Não é recomendável fazer uma mamoplastia e uma prótese de glúteo, por exemplo. A primeira necessita que a paciente fique deitada de costas, e a segunda de barriga para baixo.

O cirurgião plástico também leva em conta o tamanho e a complexidade da operação. Por exemplo, não é recomendado realizar uma lipoaspiração grande (quando envolve uma área corporal e quantidade muito elevada) com cirurgias plásticas mais trabalhosas como mamoplastia redutora.

Se a quantidade de gordura retirada numa lipoaspiração for pequena é possível associar a outra cirurgia plástica sem problema. Também é muito comum associar a abdominoplastia com uma lipoaspiração.

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

Leia nossos últimos Post´s

clinica-de-cirurgia-plastica-em-sao-paulo---dr.-fabio-cesconetto---préoperatório

Quais as vantagens e desvantagens de cirurgias plásticas associadas?

Todas as cirurgias têm os seus riscos, mesmo as mais simples. Assim, quando temos mais de um procedimento sendo realizado é preciso ter cuidado com alguns detalhes. Não existe um número limite de procedimentos que podem ser feitos de uma única vez, mas é preciso sempre muito bom senso do cirurgião plástico.

Devemos lembrar que além do tempo da cirurgia plástica temos também o tempo da anestesia e estas duas condições associadas resultam em alterações no metabolismo e fisiologia do corpo. O tempo de cirurgia plástica e de anestesia depende muito de cada cirurgião plástico e sua experiência, mas toda a cirurgia plástica tem um tempo médio para ser realizado. O ideal é não passar mais do que 6 a 8 horas de cirurgia.

Cirurgias plásticas associadas demoram mais e demandam mais, não só de quem vai se submeter às cirurgias, mas também de quem vai realizá-las. É importante um cirurgião plástico com formação e preparo para enfrentarem longas jornadas de trabalho e de cirurgia, pois o desgaste físico e mental pode se acentuar nestas situações.

Ter apenas um pós-operatório pode ser um benefício, mas é preciso lembrar que se mais de um procedimento for feito, a recuperação poderá ser mais longa. É preciso analisar quais os procedimentos que serão realizados e prever as dificuldades da recuperação.

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

Leia nossos últimos Post´s

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SAO-PAULO-DR-FABIO-CESCONETTO-PRE-OPERATORIO-16.08.21

Saiba mais sobre cirurgias plásticas associadas.

O bom estado de saúde é uma condição fundamental no planejamento de cirurgias plásticas associadas. Pessoas com doenças ou situações crônicas como diabetes, pressão alta e problemas de tireoide devem ter uma atenção especial.

Quem está acima de peso ou teve uma grande perda de peso, assim como quem fuma ou costuma beber com mais frequência, também devem ser alvo de cuidados e orientações. Nas conversas com o cirurgião plástico e de acordo com o resultado de alguns exames é possível avaliar quais os riscos e os procedimentos mais seguros para cada paciente.

Existem cirurgias plásticas que combinam e outras que não combinam umas com as outras. Tanto na hora de realizar as cirurgias plásticas quanto na recuperação delas. Por exemplo, a lipoaspiração é uma cirurgia plástica que facilmente pode ser associada com qualquer outra, como abdominoplastia ou prótese de mamas.

Outra combinação muito comum é abdominoplastia com cirurgia plástica de mamas, seja para colocar prótese ou para diminuí-las. Os cuidados de pós-operatório e as restrições de atividades e movimentos são bem parecidos.

Uma combinação que não funciona é a prótese de glúteo com cirurgias plásticas de mamas ou abdome. Não é aconselhável deitar-se ou apoiar sobre o local operado, então neste caso a recuperação pede para que se fique deitada de barriga para baixo o que pode comprometer a cirurgia da mama ou do abdome. Já prótese de glúteo com lipoaspiração não tem esse problema.

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

Leia nossos últimos Post´s