clinica-de-cirurgia-plastica-em-sao-paulo-dr.-fabio-cesconetto-lipoaspiração-4

A lipoaspiração é a uma cirurgia plástica arriscada?

Há diversas notícias associando a cirurgia plástica de lipoaspiração a complicações e até mesmo ao falecimento de alguns pacientes. Nos últimos anos, problemas durante a realização desta cirurgia plástica têm ocupado espaço na mídia, em todo o País.

A lipoaspiração está sujeita às mesmas complicações que qualquer outro procedimento cirúrgico. E há avanços nas questões que garantam maior segurança à realização do procedimento, o que necessariamente passa por uma melhor qualificação do cirurgião plástico.

Além da indicação por parte de um cirurgião plástico experiente, as contra-indicações precisam estar bem claras também. A partir de 10% a mais do peso ideal, os resultados da lipoaspiração não são tão satisfatórios. É importante entender que se trata de uma cirurgia plástica de acerto de contornos e não deve ser encarada como um método para emagrecer.

Há um limite de gordura que pode ser retirado. De acordo com as normas do Conselho Federal de Medicina, não se pode passar de 7% do peso corporal do paciente.

Doenças cardíacas graves, alterações pulmonares, anemia, diabetes e hipertensão arterial precisam estar sob controle para que o paciente seja operado. Para prevenir intercorrências é necessário que o cirurgião plástico investigue se o paciente apresenta histórico anterior de trombose.

Pernas inchadas, doloridas, avermelhadas e aquecidas podem ser sinais de inflamação na parede das veias, que ficam endurecidas devido à coagulação do sangue. É causada normalmente pelo fluxo do sangue mais lento, um dano local e mudanças na composição do sangue.

A realização da cirurgia plástica em ambiente adequado, com toda a infraestrutura para atendimento de emergência e acompanhamento de anestesiologista também auxilia na prevenção de intercorrências. Portanto a cirurgia plástica só deve ser realizada em hospital.

Se o ambiente apropriado é importante, imagine então o cuidado na escolha do cirurgião plástico. O primeiro passo é verificar se o profissional é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O título de especialista indica um maior preparo, para recebê-lo, o médico precisa fazer dois anos de residência em cirurgia geral e três anos em cirurgia plástica. Depois, se submete às provas da SBCP e torna-se membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Por fim, desconfie de promessas milagrosas. “Minilipo”, “Lipinho” ou “Lipo Light” são nomes que seduzem e podem até confundir quem quer melhorar o contorno corporal, mas tem medo de se submeter a uma cirurgia plástica. Lipoaspiração é sempre lipoaspiração, com os seus riscos e benefícios. É preocupante observar a banalização das lipoaspirações de pequeno porte.

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Tags: No tags

Add a Comment

You must be logged in to post a comment