clinica-de-cirurgia-plastica-em-sao-paulo---dr-fabio-cesconetto---pos-operatorio-6

Cuidados especiais com o pós-operatório de cirurgia plástica no verão.

Qualquer cirurgia plástica requer cuidados especiais, mas se for realizá-la no verão as atenções devem ser redobradas. Isso porque a exposição solar feita de forma incorreta pode causar prejuízos à pele e na recuperação do procedimento.

Com temperaturas ultrapassando os 30 graus é importante manter a hidratação do corpo. Beba, em média, 3 litros de água por dia, principalmente após cirurgias plásticas como a lipoaspiração ou abdominoplastia.

A dica é não se expor diretamente ao sol por pelo menos um mês, ou até que desapareçam os hematomas. Ao sair de casa utilize sempre protetor solar com fator mínimo de 30 em toda a região operada, incluindo as cicatrizes. Esses cuidados devem se estender por pelo menos cinco meses de pós-operatório.

Com temperaturas elevadas é realmente desconfortável utilizar a malha pós-cirúrgica. No entanto, o uso desse acessório é de fundamental importância para ajudar na recuperação de pacientes que fazem cirurgia plástica nas mamas, por exemplo, evitando, assim, inchaços excessivos e a fibrose (espécie de cicatriz interna).

Existem tecidos mais leves e com tecnologia cada vez mais avançada, a mesma dica vale para as cintas. Peça sugestões ao seu cirurgião plástico.

Durante o pós-operatório é recomendável não entrar nas águas de piscinas ou praias, já que esse contato pode aumentar o risco de infecções.

A atenção especial também deve ser feita para quem faz procedimentos na face, área sempre mais exposta do nosso corpo. Faça frio ou calor: evitar a exposição direta e utilizar sempre protetor solar com FPS mínimo de 30, reaplicando a cada 2h, em média.

No verão, o processo de cicatrização pode ser mais demorado, muitas vezes há edema (inchaço), aparecimento de manchas na pele, vasodilatação, entre outros. Por isso, seguir as orientações do cirurgião plástico e ter paciência durante o pós-operatório vão garantir o sucesso da cirurgia plástica e o resultado satisfatório, sem surpresas.

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | Atendimento: 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SAO-PAULO-DR-FABIO-CESCONETTO-CICATRIZ-26.04.21

Um risco desnecessário e perigoso ao fazer cirurgia plástica. Saiba qual!

Para garantir a melhor cicatrização possível dos pontos cirúrgicos, o paciente deve tomar bastante cuidado como qualquer tipo de atividade que possa forçar a área operada.

Quem fez cirurgia plástica mamária precisa evitar qualquer sobrecarga dos braços, excesso de amplitude dos movimentos na região, como lavar os próprios cabelos e até mesmo bolsas, malas ou mochilas penduradas nos ombros. Crianças no colo também devem ser evitadas, para não abrir os pontos e prejudicar a cicatrização. gerando uma cicatriz não estética.

Na abdominoplastia o paciente precisa andar curvado por um período, em torno de 2 a 3 semanas, para não esticar a região até que esteja totalmente cicatrizada e com uma evolução favorável.

Caso ande ou se deite de forma esticada, precocemente, forçará a cicatriz e poderá trazer não só complicações como provocar dor e atraso no processo de cicatrização, até prejudicar o resultado da cirurgia plástica, necessitando de um futuro retoque de cicatriz.

O processo de cicatrização adequado é uma cicatriz final clara e plana na região. Mas quando há um desenvolvimento anormal pode ser identificada como uma cicatriz hipertrófica (desproporcional e com relevo), que necessitam de tratamento.

Uma cicatriz hipertrófica há a possibilidade de retroceder com o tempo e voltar a uma cicatriz normal ou próxima do normal, sem haver a necessidade de um tratamento.

Para qualquer procedimento cirúrgico o ferimento precisa estar sempre limpo, seco e coberto, livre de qualquer sujeira ou contato com animais de estimação, para não gerar infecções.

Visando uma cicatrização eficaz, o ferimento precisa estar com curativo bem-feito e protegido por cima, com bandagens cirúrgicas de algodão, para evitar o contágio de microrganismos e sujeiras. Para lavar a cicatriz use sabonete líquido neutro e água corrente, não muito quente.

O resultado positivo de uma cirurgia plástica não é definido quando o paciente tem alta, mas sim após sua recuperação plena do procedimento, o que inclui a cicatrização dos pontos.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)
Cirurgia Plástica em São Paulo | Cirurgião Plástico em São Paulo

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTIA-EM-SAO-PAULO-DR-FABIO-CESCONETTO-CUIDADOS-NO-POS-OPERATORIO-23.08.21

Quais os cuidados no pós-operatório de uma cirurgia plástica de abdominoplastia?

Para obter o resultado desejado é fundamental cumprir com as recomendações pós-operatórias. Por vezes, poderão ser necessários pequenos retoques de lipoaspiração de pequenas áreas ou correções de cicatrizes, principalmente, se houver aumento ou diminuição de peso após a cirurgia plástica.

Habitualmente, o paciente tem alta no mesmo dia após a cirurgia plástica e pode recuperar no conforto da sua casa. Só nos casos em que se remove uma grande quantidade de pele e gordura é que poderão ser necessários 24 horas de internamento.

É aconselhado a utilização de vestuário compressivo durante um período de 1 a 2 meses, para evitar o edema (“inchaço”) e as equimoses (“nódoas negras”). É ainda aconselhada a realização de drenagem linfática manual para acelerar a recuperação, melhorar o conforto e diminuir o edema e a fibrose associados à lipoaspiração.

A drenagem linfática deverá começar 3 a 4 dias após a cirurgia plástica. É recomendado que realize 3 tratamentos na primeira semana, 2 tratamentos na segunda semana e 1 tratamento por semana, a partir da terceira semana.

Todos os pacientes fazem prevenção para o risco de trombose com medidas perioperatórias e com medicação após a alta da clínica. É também recomendado que os pacientes se movimentem precocemente.

O retorno à rotina diária depende das características do doente, do tipo de atividade e da extensão da abdominoplastia. Todos são aconselhados a fazer pequenas caminhadas precocemente, o mais tardar no dia seguinte à abdominoplastia. A maioria dos pacientes regressa ao seu trabalho 3 a 6 semanas após a cirurgia plástica, embora se recomende um período de 2 meses até retomar o exercício físico mais intenso.

Com efeito, é importante que se levante precocemente e se movimente, para ajudar na diminuição do edema e para minorar o risco de trombose. Como qualquer cirurgia, a abdominoplastia não está isenta de riscos.

Dessa forma, o primeiro passo é consultar um cirurgião plástico, que esteja inscrito no Conselho Federal de Medicina e tenha seu registro ativo no Conselho Regional de Medicina e na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Por conseguinte, deve conversar abertamente com o seu cirurgião plástico, colocar todas as dúvidas, esclarecer quais os seus objetivos e expectativas e ouvir quais os resultados possíveis, os cuidados pós-operatórios necessários e as possíveis complicações.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)
Cirurgia Plástica em São Paulo | Cirurgião Plástico em São Paulo

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SAO-PAULO-DR-FABIO-CESCONETTO-POS-OPERATORIO-22.06.21

O que comer no pós-operatório da cirurgia plástica?

Alguns cuidados são necessários para que o resultado da cirurgia plástica seja satisfatório e esse período seja menos dolorido. E muito desses cuidados podem ser feitos por meio de uma alimentação saudável.

Após a cirurgia plástica, o corpo permanece inchado e dolorido durante um tempo, dependendo do procedimento que foi realizado. Para fazer com que o inchaço diminua, além das sessões de drenagem linfática e do uso de malhas pós-cirúrgica, o ideal é manter uma dieta balanceada, que irá ajudar na recuperação do paciente.

Com uma dieta que possua os alimentos certos, o período pós-operatório se torna mais fácil. Nessa fase é necessário comer coisas que ajudem a amenizar o inchaço e facilitem a atividade intestinal, pois o paciente ficará certo tempo de repouso.

A coisa mais importante de tudo é beber muita água. Sucos naturais e frutas como melancia, melão e abacaxi se encaixam nessa categoria. São alimentos que ajudam a hidratar o organismo, compensar a perda de líquidos e diminuir o inchaço causado pela cirurgia plástica.

Iogurtes, ovos, abacate, cenoura, beterraba, abóbora, cenoura, damasco, manga, espinafre, couve, tomate, uva, goiaba, castanha-do-pará, salmão e atum, fibras e shimeji e shitake são alguns dos outros alimentos com benéficos para esse período.

Cada um desses alimentos possui uma função diferente. O iogurte, por exemplo, ajuda no equilíbrio da flora intestinal. O ovo fornece proteínas e é de fácil digestão. O abacate acaba com o mau colesterol, combate os radicais livres, regula o intestino e possui betacaroteno, vitaminas A, B, C, D, E, proteínas, cálcio, magnésio, fósforo, ferro e potássio. Outro alimento essencial é o suco de limão, pois o limão retém a hemoglobina, evitando a anemia.

Assim como existem alimentos que ajudam nesse período, também existem aqueles que fazem o efeito contrário e podem dificultar mais a sua recuperação. Dois desses “vilões” são os doces e chocolates. Além desses alimentos não contribuírem para a digestão, eles ainda são fonte de gordura e açúcar em grande quantidade. Além disso, os doces também podem levar a um colapso de energia e causar cansaço.

Outros alimentos que devem ser evitados, pelo menos nesse período de pós-operatório, são aqueles que possuem gorduras saturadas ou trans, presentes nos salgadinhos de pacote, na batatinha frita das lanchonetes fast-food, na maioria das margarinas, na pipoca de microondas, nos bolos e tortas industrializados e nas bolachas recheadas, cafeína, carne vermelha, bebidas alcoólicas, sal em excesso e alimentos fermentativos, como o feijão, a lentilha, o grão-de-bico, e o repolho.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SAO-PAULO-DR-FABIO-CESCONETTO-PROTESE-DE-SILICONE-08.06.21

Como funciona a recuperação pós-operatória de prótese de mama?

Tradicionalmente, a recuperação da cirurgia plástica de aumento mamário costuma exigir 15 dias de repouso. A paciente não deve fazer esforços como levantar os braços, lavar seu próprio cabelo, dirigir ou retornar ao trabalho até a liberação do seu cirurgião plástico.

A prótese de mama não interfere de forma alguma no processo da amamentação, porque ela pode ser colocada ou acima ou abaixo do músculo, porém, sempre vai ficar abaixo da glândula mamária. Ou seja, não vai haver cortes e nem lesão nesse tecido específico, que é o local da mama onde é produzido o leite (mais especificamente nos seios e ductos lactíferos).

A capacidade de amamentar será a mesma antes e depois da cirurgia plástica! Caso você esteja amamentando e deseja colocar uma prótese de silicone, é preciso aguardar de 3 a 6 meses após parar de amamentar para poder fazer a cirurgia plástica.

A prótese de silicone tem uma garantia (o que garante o fornecimento de uma nova prótese pelo fabricante caso aconteça alguma complicação), porém, sua durabilidade é indeterminada. Isso permite o uso da prótese de silicone por um período de 10 ou mesmo 15 anos, desde que com um adequado acompanhamento médico e realização de exames regularmente.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe