Loading

Depois de uma cirurgia plástica existe uma passagem maior de líquidos por meio dos vasos sanguíneos que podem resultar em inchaços. A drenagem linfática, então, auxilia na eliminação das toxinas no organismo, aliviando a sensação de inchaço e acelerando o processo de cicatrização.

A drenagem linfática deve ser feita de maneira suave, sem imposição de força para não comprometer os vasos linfáticos, nem prejudicar o período de recuperação natural da pele durante o pós-operatório.

Com a ideia de melhorar o aspecto da pele e eliminar o desconforto causado pela água acumulada, ela deve ser realizada manualmente, somente onde é necessária.

No caso do pós-operatório, a drenagem linfática estimula a circulação por causa dos movimentos específicos na região operada e ainda regenera os tecidos, eliminando edemas que podem aparecer após a operação.
A presença de um profissional qualificado e com conhecimento sobre a fisiologia e anatomia é indispensável para obter um bom resultado no pós-operatório. O Fisioterapeuta Dermatofuncional é o mais indicado para aplicar a drenagem linfática.

A drenagem linfática é parte essencial do tratamento cirúrgico e tem que ser bem realizada, caso contrário, poderá atrapalhar o resultado da cirurgia plástica.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Saiba mais
Shopping Basket