Loading

Existe uma reclamação cada vez mais comum em consultórios de cirurgiões plásticos que é o aumento de pacientes insatisfeitos com resultados de sua cirurgia plástica. Pacientes insatisfeitas que buscam novas cirurgias pouco tempo após o primeiro procedimento.

Os motivos variam muito, desde resultados diferentes da expectativa até complicações que não poderiam ficar sem uma nova cirurgia plástica. Mas existe um fator comum à maioria dos casos: a primeira intervenção foi realizada por médicos sem especialização em cirurgia plástica.

Esses profissionais ofertam procedimentos a preços bem mais competitivos que a média dos cirurgiões plásticos. Como também são médicos, mesmo sem a especialização esperada, as pacientes se sentem seguras para fazer a cirurgia plástica e acreditam estar fechando um negócio vantajoso.

Médicos sem especialização e até dentistas passaram a ofertar procedimentos e, cada vez mais, pacientes desses profissionais procuram cirurgiões plásticos para corrigir eventuais complicações e aperfeiçoar os resultados.

Há inúmeros casos de plásticas de rejuvenescimento facial conduzidas por médicos de outras especialidades, que se denominam cirurgiões plásticos faciais. Na realidade, esses profissionais não se especializaram e não cumpriram residência de cirurgia plástica. Não possuem o respectivo título de especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Em geral estão ofertando procedimentos numa das áreas mais delicadas da cirurgia plástica, em que até as menores sutilezas podem afetar a harmonia do rosto e provocar uma aparência artificial e desastrosa.

Claro que existem casos bem-sucedidos, mas a cada complicação e resultado insatisfatório surgem pessoas que temem realizar cirurgia plástica e que dificilmente aconteceria intercorrências se a cirurgia estiver sob cuidados de médicos qualificados e especializados em cirurgia plástica.

Operar com um cirurgião plástico não isenta da possibilidade de complicações, porém a escolha do profissional é o passo mais importante para uma cirurgia plástica bem-sucedida. São inúmeros os cuidados que um cirurgião plástico estuda e observa ao conduzir qualquer procedimento cirúrgico ou estético.

A formação nessa especialidade requer no mínimo 11 anos de estudo e não é raro encontrar profissionais que passam a vida em constante atualização. Isso é fundamental para alcançar bons resultados, reduzir o risco de complicações e saber lidar com elas quando necessário.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro

Shopping Basket