Loading

É comum vermos em artigos o uso da palavra “clínica” e “hospital” como se fossem sinônimas. Mas quando o assunto é cirurgia plástica, há diferenciações e recomendações médicas para realizar a mesma. Você sabe a diferença entre os dois?

Cirurgia plástica não é um procedimento sem complexidades. Não devemos esquecer que ela é uma operação e necessita de infraestrutura e equipamentos específicos para ser realizada de uma forma segura, sem colocar em risco a vida do paciente.

Cada pessoa tem um organismo e pode apresentar uma reação diferente ao procedimento. Embora seja difícil, é possível ocorrer complicações ligadas à anestesia, ao tipo de cirurgia plástica, algumas cirurgias plásticas são mais delicadas e requerem cuidados especiais.

Além destes fatores, outro ponto importante é o nível de recuperação de cada paciente, que pode ser variável. Há pacientes que se recuperam rápido e podem ter alta no mesmo dia em que o procedimento foi feito, dependendo do porte da cirurgia plástica.

Mesmo em cirurgias plásticas de menor porte, o paciente pode precisar passar uma noite ou mais no hospital para apresentar condições seguras de receber alta. Em cirurgias plásticas maiores, a regra é passar, no mínimo, uma noite no hospital em observação.

Por conta destes fatores, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) recomenda que a cirurgia plástica seja realizada em hospitais e não em clínicas. Cirurgias plásticas de médio e grande porte devem ser realizadas em um hospital, para a segurança do paciente e do profissional, já que, em caso de complicações, é muito importante contar com uma boa infraestrutura, como U.T.I.

A clínica pode ser útil e confortável para um paciente que deseje realizar pequenos procedimentos estéticos, como: aplicação de toxina botulínica para tratamento de rugas e preenchimento com ácido hialurônico em lábios, são alguns dos exemplos.

Desde que o paciente apresente boas condições de saúde, procedimentos como: retirada de pequenas pintas podem, muitas vezes, ser realizadas em clínicas.

Assim, é muito importante procurar um cirurgião plástico de confiança, que irá lhe orientar se o porte do procedimento exige internação hospitalar, ou se pode ser realizado em uma clínica.

Procedimentos cirúrgicos como: abdominoplastia, gluteoplastia, lipoaspiração, mamoplastia redutora, devem sempre ser realizados em ambiente hospitalar.

Cirurgião Plástico em São Paulo
Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta | 12 às 19 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Shopping Basket