Loading

Flacidez de pele e do músculo na região glútea pode surgir depois de perda importante de peso, devido ao sedentarimo, ou, ainda, pela perda natural de elasticidade da pele devido à idade.

A cirurgia plástica dos glúteos ou gluteoplastia tem como objetivos remodelar ou aumentar a região das nádegas nestes pacientes. O novo formato dos glúteos dependerá do tamanho, da forma das próteses utilizadas, bem como do biotipo original da paciente. Em geral, os resultados são bastante naturais, uma vez que as próteses são gelatinosas, maleáveis e se acomodam bem ao corpo.

O aumento desta região vai depender essencialmente de uma avaliação estética do cirurgião plástico. Como cada pessoa tem um biotipo e um formato de nádegas, devemos priorizar a escolha de próteses com tamanhos e formatos individualizados, visando um aspecto natural da região glútea, mesmo com uso de biquinis ou até sem eles.

A prótese de glúteo é colocada por baixo do músculo, através de uma incisão de cerca de cinco centímetros localizada na prega interglútea (cóccix). A prótese submuscular confere um resultado muito natural ao procedimento.

No pós-operatório, a paciente terá que usar uma cinta modeladora durante um mês. Poderá haver dor nos primeiros dias, controlada com medicamentos. Durante aproximadamente dez dias, recomenda-se que a paciente durma de barriga para baixo, evitando assim tensões sobre a cicatriz.

Após a cirurgia plástica dos glúteos, a pessoa não poderá mais tomar injeção ou vacina nas nádegas. A agulha pode causar perfurações nas próteses. Além disso, a medicação seria injetada dentro das próteses, sem efeitos para o organismo.

É importante reforçar que as próteses de silicone, quando bem posicionadas, não saem do lugar. Em relação aos mitos, o paciente não corre o risco de uma ruptura das próteses, testes comprovam a resistência do material sob grandes variações de pressão. Assim, mergulhos em grandes profundidades ou o paraquedismo estão permitidos.

As próteses de silicone são bastante resistentes, não só pela camada externa, mas também pelo seu conteúdo, que é um gel de alta coesividade, ou seja, mantém sua unidade mesmo se o envelope se romper. Além disso, as próteses glúteas são revestidas por múltiplas camadas e são mais resistentes do que as dos seios. Em caso de traumas mesmo que severos, as próteses tendem a se manter estáveis.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Shopping Basket