Loading

A relação entre prótese de silicone e o câncer de mama é uma preocupação comum entre as mulheres. “A prótese aumenta o risco?”, “ela atrapalha os exames preventivos?”, “quem teve câncer de mama pode colocar?”. Essas são algumas das dúvidas mais frequentes.

Esse é um assunto bastante estudado por médicos há várias décadas e os resultados dessas pesquisas mostram que o implante de silicone não aumenta o risco de câncer de mama. Ou seja, as chances de desenvolver câncer são as mesmas em quem tem ou quem não tem próteses.

Por outro lado, nos últimos anos foi observado que, em raríssimas pacientes, o silicone do tipo texturizado pode provocar um tipo de câncer de células linfáticas chamado de “linfoma de células gigantes anaplásico”. Além de ser bastante raro, essa doença é curável na imensa maioria dos casos.

Dessa forma, consideramos o implante de silicone bastante seguro. Dessa forma, o risco geral de desenvolvimento de câncer é muito, muito baixo e o procedimento é considerado bastante seguro.

E quanto aos exames de rotina como a mamografia, a prótese de silicone atrapalha? Realmente a presença da prótese de silicone exige algumas adaptações no posicionamento da paciente e do aparelho no momento do exame. Mas isso não impede a realização da mamografia.

De um modo geral, ela é tão efetiva em pacientes com silicone quanto em pacientes sem a prótese de silicone. Além disso, outros exames de imagem podem complementar a mamografia, caso o ginecologista ou mastologista achem adequado.

E quem teve câncer de mama e agora deseja colocar silicone, algum problema? A princípio, nenhum. Mulheres que foram submetidas a cirurgias parciais ou total de mastectomia podem realizar cirurgias plásticas com segurança, seja com uso de implante ou com outros métodos hoje disponíveis.

Por último, caso uma paciente com prótese de silicone venha a desenvolver câncer de mama (só lembrando, nesse caso não seria por causa da prótese), o tratamento cirúrgico irá levar em consideração a presença do implante, que com frequência precisará ser retirado ou trocado, mas sem que haja qualquer prejuízo em termos de taxas de cura.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

Shopping Basket