Loading

O termo gigantomastia é utilizado para definir as hipertrofias mamárias gigantes, que ultrapassam os volumes convencionais. Muitas vezes, o excesso de mamas é um problema grave que afeta o dia a dia das mulheres.

Este excesso de mamas pode ser classificado em quatro graus (pequeno, moderado, grande e a gigantomastia) de acordo com o tamanho e o peso dos seios. O caimento também é classificado em quatro graus – o primeiro é normal e o último, o mais grave, é quando o posicionamento do mamilo fica abaixo da dobra da mama.

Em algumas situações, outras doenças podem ser desenvolvidas por causa dos seios muito grandes como: problemas na coluna, hérnias, baixa autoestima e até depressão. Nesses casos, a cirurgia plástica de redução das mamas é a melhor indicação para corrigir este excesso, proporcionando à paciente um conforto imediato.

A cirurgia plástica é indicada para todas as mulheres que têm excesso de mamas, inclusive em adolescentes. Geralmente é importante esperar a idade entre 16 e 18 anos para garantir o desenvolvimento completo dos seios.

Porém muitas mulheres que desejam engravidar e amamentar optam por terem filhos primeiro. Pois dependendo da técnica cirúrgica utilizada, poderá afetar a amamentação.

A técnica da cirurgia plástica é utilizada para reduzir e reposicionar as mamas, retirando todo o excesso de gordura, pele e tecido glandular. Também é feito o remodelamento dos seios, alcançando o seu formato mais natural.

Mas a extensão e o formato da cicatriz variam de acordo com cada caso. Tudo vai depender da quantidade de tecido retirado e das características da paciente. Por isso a técnica só é definida após uma consulta médica completa, quando são avaliadas as particularidades anatômicas, composição da mama, quantidade de redução desejada, preferências pessoais e aconselhamento do cirurgião plástico.

Com a realização da mamoplastia de redução as pacientes se sentem muito mais felizes e recuperam a sua autoestima. A maioria das mulheres para de ter dores nas costas, pescoço e ombros que antes eram causadas devido ao volume excessivo dos seios.

É frequente também irritações da pele devido atrito da pele da mama com o abdômen e o incômodo da marca do sutiã no ombro devido pressão da alça.

É importante seguir as orientações médicas no pós-operatório, principalmente nos cuidados ao levantar os braços acima dos ombros.

Cirurgião Plástico Dr. Fabio Cesconetto | CRM 77757
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 16670

Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
(11) 94545.4212 | (11) 3253.7831 | (11) 3288.4744
Segunda a Sexta 12 às 21 horas
Alameda Santos, 211 Cj. 1611 | Jardim Paulista | SP
(Paralela Av. Paulista | Próximo Estação de Metrô Brigadeiro)
Cirurgia Plástica em São Paulo | Cirurgião Plástico em São Paulo

Gostou desse Post?

Curta | Comente | Compartilhe

Shopping Basket